Os alunos do Colégio Nossa Senhora do Carmo usam a Iniciação Científica como ferramenta para assimilarem o conhecimento de maneira sistematizada, problematizadora e animada.

E os resultados desse diferencial são cada vez melhores!

Alunos durante as aulas no Carmo (Clique na imagem para ampliar)

“Buscamos fazer com que nossos estudantes possam entender a vida e sua realidade numa perspectiva de metodologia científica, ou seja, usando formas inovadoras para desenvolvimento do autoaprendizado. Consideramos o aluno como o sujeito principal desse processo, no qual ele realiza pesquisas e desenvolve a capacidade de expor, de maneira autônoma, o que aprendeu”, explica Ana Clara M. Coutinho, Coordenadora Pedagógica do Ensino Fundamental – Anos Finais e do Ensino Médio.

Resultados na prática

Curiosidade e conhecimento caminhando juntos (Clique na imagem para ampliar)

A professora Elaine Pacheco, de Ciências/Biologia, que ministrou as aulas práticas de observação do pólen no microscópio e de dissecação das angiospermas para o 8º Ano do Ensino Fundamental , afirma que a iniciativa torna o conhecimento dos alunos bastante significativo e empolgante. “Cada aula uma nova descoberta, um novo desafio”, comemora.

E não só da parte dos professores que há animação com a iniciativa. “As aulas no laboratório são bem divertidas, nos aproximamos de nossos colegas de classe e ainda estudamos de uma forma descontraída”, diz Maria Eduarda Tenente, aluna do 8º Ano do Ensino Fundamental – Anos Finais.

“As aulas no laboratório, estão sendo ótimas, estamos aprendendo coisas novas e nos divertindo na hora de estudar. Isso ajuda a aprender mais rápido, o que é muito bom”, complementa Henrique Clausser, também aluno do 8º Ano do Ensino Fundamental – Anos Finais.

Aqui no Carmo é assim: estamos sempre em busca de oferecer novas narrativas da educação para nossos alunos, buscando ampliar o diálogo e mostrar que um ensino diferenciado e moderno é o caminho.

Um trabalho em conjunto, rumo ao futuro!

 

Os comentários estão encerrados.