Estrelítzia

Estrelítzia (Strelitzia reginae)

 

Reino: Plantae

Divisão: Magnoliophyta

Classe: Liliopsida

Ordem: Zingiberales

Família: Strelitziaceae

Gênero: Strelitzia

Nomes Populares: Estrelítzia, Ave-do-paraíso, Estrelitza, Flor-da-rainha

Categoria: Flores Perenes

Clima: Oceânico, Subtropical, Tropical

Origem: África, África do Sul

Altura: 0,9 a 1,8 metros

Luminosidade: Sol Pleno

Ciclo de Vida: Perene

A estrelítzia é uma planta herbácea muito popular e tradicional. Seu nome científico é uma homenagem à rainha Sofia Carlota de Mecklenburg-Strelitz, esposa do rei Jorge III, do Reino Unido. Ela é entouceirada, rizomatosa e apresenta folhas rijas e coriáceas, de coloração verde-azulada, muito ornamentais.

Strelitzia reginae, conhecida pelos nomes comuns estrelícia ou ave do paraíso, é uma espécie de planta herbácea perene, rizomatosa, originária da África do Sul, com aproximadamente 1,20 m de altura, de folhas duras, grandes e ovoladas com pecíolos bastante compridos. É cultivada em jardins de regiões tropicais e sub-tropicais e bastante apreciada pela beleza das suas flores, que com aproximadamente 15 cm são de cor laranja e azul e as da rainha, em homenagem à rainha Carlota de Mecklemburgo-Strelitz, esposa do rei Jorge III de Inglaterra, morta em 1818.

Também é conhecida como “Ouro de Mandela” em homenagem ao Nelson Mandela.

As inflorescências da estrelítzia são formadas durante o ano todo, mas principalmente no verão. A espata é o bico, e serve de bainha para as flores que emergem de coloração laranja, com anteras e estigmas azuis, em forma de flecha. Estas inflorescências são muito duráveis e largamente utilizadas como flor-de-corte. Há ainda uma variedade de flores amarelas, a S. reginae var citrina.

É uma planta muito rústica, sendo adequada para o plantio isolado ou em grupos, como maciços, renques ou bordaduras. Exige pouca manutenção, apenas semestrais para estimular a floração. É indicada para jardins tropicais e para o litoral por tolerar os ventos e a salinidade do solo.

Devem ser cultivadas à pleno sol ou meia sombra, em solo fértil, bem drenado, e enriquecido com matéria orgânica, regados regularmente. Tolera geadas fracas e aprecia o clima ameno dos subtrópicos. Multiplica-se por sementes, mas principalmente por divisão das touceiras.

 

Referências:

Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Strelitzia_reginae. Acessado em: 21 jul 2021.

Disponível em: https://www.jardineiro.net/plantas/estrelitzia-strelitzia-reginae.html. Acessado em: 21 jul 2021.

Os comentários estão encerrados.