Cebolinha

Cebolinha (Allium schoenoprasum)

Reino: Plantae

Clado: Angiospermas

Clado: Monocotiledóneas

Ordem: Asparagales

Família: Amaryllidaceae

Gênero: Allium

Espécie: A. schoenoprasum

Nome Científico: Allium schoenoprasum

Nomes Populares: Cebolinha-francesa, Cebolinho, Ceboletas-de-frança, Cebolinha, Cebolinha-galega, Cebolinha-miúda

Categoria: Bulbosas, Ervas Condimentares, Flores, Flores Perenes, Plantas Hortícolas

Clima: Continental, Mediterrâneo, Subtropical, Temperado, Tropical

Origem: Europa

Altura: 0,1 a 0,3 metros

Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno

Ciclo de Vida: Perene

Allium schoenoprasum, conhecido popularmente como cebolinha, é uma planta originária da Europa. É muitas vezes confundida com o Allium fistulosum, que é uma planta de origem asiática muito utilizada na cozinha do extremo Oriente.

É uma planta vivaz, que se desenvolve em tufos muito densos. Apresenta folhas verde-escuras, roliças, que atingem no máximo 10 cm de altura. Em junho, cobrem-se de flores rosa-pálido, semelhantes a pompons. Tais flores devem ser imediatamente retiradas para que as novas folhas possam rebentar. As folhas frescas têm um agradável e suave sabor parecido com o da cebola, sendo especialmente utilizadas cruas em saladas, em pastas de queijo fresco e também em pratos de ovos e queijo.

Usam-se suas folhas como condimento, sendo muito apreciada no molho tártaro.

Recomenda-se dar um espaçamento por metro linear, plantando de 0,20 x 0,10 cm, aplicando entre 0,5 gramas de sementes a 0,6 por m². O broto germina no prazo de seis a catorze dias, conforme o local e método de plantio.

O solo deve ter textura média e ser bem drenado, podendo ser plantado o ano todo. Atinge cerca de 1,0 m de altura e pode ser colhida após um prazo médio de três a quatro meses, após a semeadura.

O plantio também poderá ser feito através de plantas adquiridas em mercado. Nesse caso, deve-se remover a touceira e as raízes, deixando as mudas em copos de 200 ml, trocando-se a água uma vez ao dia, por três dias. Posteriormente, deve-se plantá-las em vasos ou jardineiras.

A cebolinha é indicada para ser cultivada, principalmente, em plantios domésticos.

Usam-se os talos em saladas de verduras e de batatas, omeletes e vários outros pratos com ovos. Podem ainda ser salpicados em sopas, batatas assadas, purê de batata ou servidos crus na decoração de pratos.

No Brasil é uma das plantas mais utilizadas como tempero, e em conjunto com a salsinha forma um condimento conhecido como cheiro-verde.

A cebolinha-francesa é uma planta herbácea, condimentar e ornamental de origem europeia. É também uma bulbosa e cresce formando densas touceiras. Apresenta bulbo alongado, pequeno e branco, e suas folhas são cilíndricas e fistulosas, com cerca de 30 cm de comprimento e cor verde escura. A floração ocorre na primavera e verão, evidenciando inflorescências do tipo umbela, bastante ornamentais, que parecem pequenos pompons acima da folhagem. As flores são hermafroditas e apresentam brácteas papiráceas, cor-de-rosa. Elas são nectaríferas, atraindo abelhas e borboletas.

A cebolinha-francesa não deve ser confundida com a cebolinha comum (Allium fistulosum), de origem asiática. A espécie francesa apresenta aroma mais suave e folhas menores e mais delicadas. Apesar disso, a espécie europeia pode ser utilizada nas mesmas preparações que a comum, pois tem aroma semelhante. No entanto, é mais frequente ela figurar adornando pratos de alta gastronomia do que sua irmã comum, por sua delicadeza. Use a cebolinha-francesa em sopas, saladas frescas ou de batatas, omeletes, molhos, patês, manteiga, queijos, suco de tomate, arroz e carnes assadas. Nas preparações que exigem cozimento, deixe para salpicar a cebolinha no final, assim ela preserva o máximo de sua cor, aroma e sabor. Pelo mesmo motivo, prefira utilizá-la fresca a desidratada. As flores também são comestíveis e são ótimas para enfeitar os pratos.

Não obstante todo o seu valor na cozinha, ela ainda tem um bom apelo paisagístico. É uma planta perene, com touceiras cheias, que lembram tufos de grama, além da floração atraente. Com ela podemos formar maciços, bordaduras ou conjuntos com outras plantas, em variados estilos de jardins, entre os rochosos, clássicos formais ou informais e opções contemporâneas também. Também pode ser plantada em vasos e jardineiras, em varandas ou sob a janela da cozinha, bem à mão do cozinheiro.

Deve ser cultivada sob sol pleno ou meia sombra, em qualquer tipo de solo, preferencialmente drenável, fértil, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Fertilize bimestralmente, de preferência com adubos orgânicos, se for para consumo da família. Multiplica-se facilmente por divisão das touceiras ou por sementes. A germinação ocorre entre 6 a 14 dias. Após o plantio por sementes, as cebolinhas estarão prontas para a colheita em cerca de quatro meses. Por ocasião da colheita corte as folhas sempre à 2 cm do solo. Assim, estimula-se novas brotações e o bulbo é preservado. As podas periódicas ajudam a prevenir que a planta floresça também.

 

Referências:

Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Allium_schoenoprasum. Acessado em: 08 jul 2021.

Disponível em: https://www.jardineiro.net/plantas/cebolinha-francesa-allium-schoenoprasum.html. Acessado em: 08 jul 2021.

Os comentários estão encerrados.